Aos 80 anos, a russa Lyubov Morekhodova vive num vilarejo da Sibéria apenas com seus cachorros, vacas e galinhas. Sua diversão é patinar no gelado e mítico Lago Baikal, considerado o mais profundo da Terra. Adepta de uma vida modesta, Baba Lyuba, como é carinhosamente chamada, desdenha da suntuosa Igreja Ortodoxa russa, cuja popularidade cresceu no país após o fim da União Soviética.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *