Tatiana Lopes contratou um seguro, que foi oferecido quando ela comprou um celular novo para o filho. Mas, pouco tempo depois, o aparelho quebrou e as dores de cabeça começaram. Mesmo pagando a franquia do serviço, Tatiana não consegue que o telefone seja consertado. Por isso, ela entrou em contato com a Patrulha do Consumidor. Veja o que aconteceu quando Celso Russomanno assumiu o caso.

Nosso Whatsapp: https://cidadealerta.r7.com/whatsapp
Inscreva-se no canal Cidade Alerta: http://r7.com/0Fhv
Assista às íntegras no PlayPlus: https://www.playplus.com
Facebook: https://www.facebook.com/CidadeAlertaRecord/
Instagram: https://www.instagram.com/cidadealerta/
Twitter: https://twitter.com/cidadealerta
Site oficial: https://recordtv.r7.com/cidade-alerta

#CidadeAlerta #PatrulhaDoConsumidor #SeguroDeCelular

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *