1 de 1 Perfis fakes usavam páginas no Facebook para publicar informações defendendo que nem todo desmatamento é ruim — Foto: Dado Ruvic / REUTERS

Perfis fakes usavam páginas no Facebook para publicar informações defendendo que nem todo desmatamento é ruim — Foto: Dado Ruvic / REUTERS

A Meta derrubou uma rede de perfis falsos que coordenava a disseminação de informações falsas e defendia o desmatamento da Amazônia. Os perfis tinham ligações com um grupo de "indivíduos associados" a militares brasileiros, de acordo com o relatório de ameaças publicado pela controladora do Facebook e Instagram que divulgado nesta quinta-feira (7).

No documento, a Meta afirma que removeu uma rede de 14 contas do Facebook, nove páginas e 39 contas do Instagram por violar sua política contra comportamento inautêntico coordenado. A rede surgiu no Brasil e tinha como público alvo os usuários domésticos.

Sem especificar detalhes sobre a suposta ligação com militares, o documento afirma: "Encontramos essa rede como resultado de nossa investigação sobre suspeita de comportamento inautêntico coordenado na região. Embora as pessoas por trás dele tenham tentado esconder suas identidades e coordenação, nossa investigação encontrou ligações com indivíduos associados às Forças Armadas brasileiras".

O g1 entrou em contato com o exército sobre a suposta ligação indicada no relatório da Meta e aguarda retorno.

Segundo o relatório, a operação começou em 2020, com a publicação de memes sobre questões sociais e políticas, incluindo a reforma agrária e pandemia de Covid-19. O grupo não teve engajamento nesse tipo de conteúdo e, então, abandonou essa atividade.

Em 2021, os usuários criaram páginas que se passavam por ONGs e ativistas focados em questões ambientais na região da Amazônia. Os perfis e contas postavam sobre assuntos como meio ambiente e sustentabilidade, inclusive argumentando que nem todo desmatamento é prejudicial.

As contas também criticavam ONGs que se manifestaram contra o desmatamento na Amazônia.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.