O confundador do Twitter Jack Dorsey se manifestou na noite desta segunda-feira (25) sobre a compra da plataforma por Elon Musk. "É a única solução na qual confio", escreveu na rede social.

Dorsey deixou o comando do Twitter em 2021, mas mantém uma cadeira no conselho da companhia.

Quem é Jack Dorsey

Quem é Jack Dorsey

Em uma série de posts, ele elogiou as intenções de Musk e do atual presidente-executivo, Parag Agrawal. E disse se arrepender de que a rede social tenha se tornado uma empresa. "Foi o meu maior arrependimento", postou.

Para Dorsey, ao se tornar uma companhia e negociar ações na bolsa de valores, o Twitter passou a "'ser propriedade de Wall Street e do modelo de anúncios". Por isso, entende que a decisão de a empresa voltar a ser de capital fechado, anunciada no acordo com Musk, é "o primeiro passo correto".

"Em princípio, não acho que ninguém deve ser dono ou comandar o Twitter. Ele quer ser um bem público", afirmou. Mas, como o Twitter continua sendo uma empresa, Dorsey disse que Musk é a única solução na qual confia.

Dorsey diz que o objetivo do bilionário de criar uma plataforma de confiança máxima e muito inclusiva é o mais correto e que ele é partilhado com seu sucessor, Parag Agrawal. "Por isso o escolhi", escreveu.

"Obrigado aos dois por tirarem a empresa de uma situação impossível. Este é o caminho certo", concluiu.

Mais cedo, Agrawal postou: "O Twitter tem um propósito e relevância que impacta todo o mundo. Estou profundamente orgulhoso de nossas equipes e inspirado por um trabalho que nunca foi tão importante."

Elon Musk e o Twitter: Uma relação antiga e polêmica

Elon Musk e o Twitter: Uma relação antiga e polêmica

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.