As pequenas e médias empresas (PMEs) costumavam ser vistas como perdedoras na corrida global para ganhar vendas de comércio eletrônico – mas tudo isso está começando a mudar. As plataformas digitais, com seu alcance global sem precedentes, mudaram fundamentalmente a dinâmica do ecossistema internacional de comércio eletrônico.

As PMEs adotaram nada menos que 13 novos recursos de compras e pagamentos digitais entre 2020 e 2021, destacando a rapidez e a facilidade de inovar em um mundo alimentado por plataformas digitais globais.

As informações são de nova pesquisa da PYMNTS, nomeada como Índice Global de Compras Digitais de 2022: edição PMEs. Ao todo, mais de 13 mil consumidores e três mil comerciantes participaram do levantamento, espalhados por Austrália, Brasil, México, Reino Unido, Estados Unidos e Emirados Árabes Unidos.

As PMEs, portanto:

  • Agora oferecem uma experiência de compra 24% mais tranquila do que os concorrentes maiores
  • Não veem mais a necessidade de gastar recursos criando inovações de recursos digitais do zero, tendo em vista que utilizam plataformas de terceiros
  • Estão utilizando as plataformas digitais para ajudar a habilitar os recursos de compras móveis que seus clientes esperam cada vez mais
  • Veja, abaixo, a explicação para cada um dos principais tópicos citados pela pesquisa:

    1 – Isso ocorre principalmente porque as pequenas e médias empresas fornecem muito mais recursos de compras digitais e entre canais do que empresas maiores. As PMEs são 46% mais propensas do que as grandes empresas a oferecer perfis digitais com capacidade para vários canais, por exemplo, e 44% mais propensas a permitir que os compradores recebam pedidos de comércio eletrônico em quiosques nas lojas.

    2 – Eles não veem mais a necessidade de fazer isso porque adicionar novos recursos digitais geralmente é tão fácil quanto fazer parceria com um novo provedor de plataforma – e porque eles já fornecem muito mais recursos digitais do que os concorrentes maiores.

    3 – Segundo a pesquisa, 90% das PMEs agora oferecem pelo menos um tipo de recurso de compras baseado em dispositivos móveis, incluindo aplicativos que permitem aos usuários navegar em lojas físicas, aplicativos que rastreiam entregas de comércio eletrônico, sites otimizados para dispositivos móveis e muito mais.

    Leia também: Tecnologias de inovação em logística ajudam negócios a crescer

    Fonte: PYMNTS