1 de 2 Conexão 5G pode estrear nas capitais e no DF no segundo semestre, mas ainda não empolga os brasileiros — Foto: Josep LAGO / AFP

Conexão 5G pode estrear nas capitais e no DF no segundo semestre, mas ainda não empolga os brasileiros — Foto: Josep LAGO / AFP

Os consumidores brasileiros têm interesse no 5G, mas ainda não se sentem motivados a migrar para a nova geração de internet móvel, indica um levantamento da consultoria IDC Brasil.

Segundo a consultoria, só 22% dos consumidores brasileiros planejam migrar para um plano de 5G nos próximos 12 meses. A tecnologia promete conexão móvel até 100 vezes mais rápida que o 4G atual e pode chegar às capitais e no Distrito Federal até o fim de setembro (saiba mais).

A consultoria ouviu 3.000 consumidores de Brasil, Argentina, México, Colômbia, Peru e Chile.

No Brasil, 95% dos entrevistados já ouviram falar sobre a tecnologia. O país é o que tem mais consumidores que se dizem informados sobre a nova conexão em comparação com os outros cinco países da América Latina.

Na visão do consumidor, 5G representa gasto

ova Para o gerente de pesquisas de telecomunicações do IDC Brasil, Luciano Saboia, existe uma grande expectativa em relação ao 5G por parte dos fabricantes de equipamentos, grandes empresas de infraestrutura e operadoras. Por outro lado, os consumidores não parecem tão ansiosos assim com a nova geração de internet móvel.

"Para o usuário poder usar [a conexão 5G], vai precisar mudar de plano e ter um aparelho que suporte essa tecnologia. E ainda há poucos exemplos práticos de como o 5G pode transformar efetivamente a vida das pessoas", comenta Saboia.

Um dos motivos para o baixo interesse no 5G é que a tecnologia representa um gasto extra no imaginário dos consumidores – seja por conta do plano mais caro ou da necessidade de investir em um aparelho com a tecnologia, aponta o analista.

Por outro lado, a consultoria aponta que os usuários frequentes de streaming e jogos serão os primeiros na migração para o 5G. Isso porque a conexão vai permitir o consumo de vídeos em alta qualidade e garantir uma experiência melhor em games online.

Para 82% dos brasileiros, o 5G deve transformar o consumo de vídeos (streaming), enquanto 74% concordam que a tecnologia mudará completamente a forma como trabalham, mesmo percentual dos que acreditam em um impacto no modo de comprar on-line. Em seguida, 72% acham que a nova tecnologia modificará o jeito de jogar e 71% o de estudar.

O trabalho é outra atividade que pode ser influenciada pela chegada do 5G. No levantamento, 85% dos entrevistados disseram que são os responsáveis pela internet móvel que usam para trabalhar. Já 67% dos entrevistados usam aplicativos relacionados ao emprego em seus dispositivos.

Atrasado, 5G deve chegar só em setembro

O 5G é a nova geração de internet móvel, uma evolução da conexão 4G atual. A tecnologia de conexão já é usada em outros países há mais de três anos e promete trazer mais velocidade para baixar e enviar arquivos, além de diminuir o tempo de resposta entre diferentes dispositivos.

LEIA TAMBÉM:

No Brasil, a tecnologia está prevista em edital para chegar às capitais e ao Distrito Federal até o dia 31 de julho. No entanto, o grupo que coordena a implantação da internet 5G no país, recomendou ao Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que adie até 29 de setembro o prazo para o início da oferta da conexão.

O motivo do adiamento é falta de equipamentos para fazer a "limpeza da faixa" de 3,5GHz, que será usada pelo 5G. A faixa é usada também para transmissão do sinal da TV parabólica. A migração do sinal de TV é necessária para que não exista interferência na conexão.

2 de 2 Infográfico mostra aplicações do 5G. — Foto: Wagner Magalhães/Arte G1

Infográfico mostra aplicações do 5G. — Foto: Wagner Magalhães/Arte G1

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.