Marcas que nasceram no mundo digital e são referência em estratégia omnichannel

Você já comprou sapatos que são conhecidos pelo extremo conforto, sem prová-los? Encomendou uma nova bebida, sem degustar? E considerando que são marcas estreantes no mercado? Esta é a realidade de negócios que começaram suas operações completamente online e ganharam espaço apostando em experiência ao cliente e propósito de marca, também conhecidas como DNVBs.

Mas o que é DNVB?

Digital Native Vertical Brand, ou Marca Vertical Nativa Digital, são marcas que surgem na internet, porém não em marketplaces ou varejistas virtuais, mas sim em canais próprios. São focadas na sua marca, com características e filosofia distintas, capazes de atrair e reter seus clientes, além de criar e fabricar seus produtos, cuidando desde a escolha da matéria-prima, passando pela precificação, vendas, atendimento ao cliente e o pós- atendimento. Toda a estrutura vertical é controlada pela marca, a fim de resultar na melhor jornada do cliente. O resultado: o principal ativo da empresa é a própria marca.

A Yuool e a Lovin’ são dois casos de sucesso que despontam no mercado brasileiro e escolheram a plataforma de e-commerce Vnda para seus modelos de negócio DNVB. A primeira, uma marca de calçados baseada nos pilares da simplicidade, qualidade, inovação e sustentabilidade; e a segunda, vinho em lata premium, que une praticidade, qualidade e estilo, com opções leves e adequadas ao clima brasileiro. Características que são facilmente percebidas por qualquer pessoa que acessa suas respectivas lojas virtuais ou tem contato com o produto e é a base de uma DNVB.

DNVBs de sucesso

Inaugurada em dezembro de 2017, a expectativa da Yuool era vender 1.500 pares de sapatos no primeiro ano, entretanto a marca registrou +500% do esperado. Em 2019, o número de pares vendidos foi além e ultrapassou os 20 mil. A empresa aumentou em mais de 230% o faturamento do primeiro para o segundo ano de atividade e o número de pedidos em mais de 240%. De 2019 para 2020 esses números se consolidaram com um aumento do ticket médio de 7%.

40% de aumento no faturamento do e-commerce da Yuool (1º semestre de 2021×2020).

Eduardo Rocha Abichequer, sócio-fundador da Yuool, conta que os sócios sempre tiveram uma visão parecida de varejo. “Ficamos um ano desenvolvendo a marca e o que iríamos defender. Esta é uma grande vantagem da DNVB: poder falar o que a gente acredita. Estruturamos uma história, o que gostaríamos de defender, pra onde a gente queria levar a marca. E, assim, desenvolvemos um produto muito bom. 2017 todo foi isso aí: planejamento.”

A Lovin’ também começou sendo um sucesso e a marca continua despontando.  A DNVB vendeu 50 mil latas e alcançou R$1 milhão em faturamento nos primeiros seis meses. Comparando o segundo semestre de 2021 x 2020, o aumento no faturamento foi de mais de 140%. Neste ano, o crescimento que já era natural, ainda aumentou quase 20% no faturamento e 18% no ticket médio.

+6.000 usuários cadastrados

+134% base de clientes ativos

+140.000 latas vendidas (80 mil só no online)

Segundo Thais Rodrigues Rocha, Head de Marketing da Lovin’, mesmo sendo uma nova categoria no mercado brasileiro, existem concorrentes de peso e, mesmo assim, a DNVB mantém seu posicionamento premium, com lançamento totalmente digital com a plataforma Vnda.

Vendas Omnichannel

Justamente por surgirem no online, as DNVBs fazem o movimento inverso para se tornarem omnichannel e estendem suas operações do digital para o físico. Atualmente, as duas marcas também investem no varejo físico por meio de guide shops e varejistas.

Um dos recursos que auxiliam neste processo é o Direct, a ferramenta omnichannel da Vnda, que possibilita vendas híbridas de lojas físicas e do e-commerce, negociação com agentes externos, comercialização do seu estoque digital em feiras e eventos, parcerias com influenciadores digitais e diversas possibilidades de vendas, seja on ou offline.

Com ferramentas e estratégias adequadas, as DNVBs conseguem manter o controle e qualidade da experiência do cliente em seus pontos de vendas, afinal a marca e a manutenção de sua essência em todos os pontos de contato com o consumidor é o principal produto e diferencial oferecido neste modelo de negócio.

Clique aqui para saber mais sobre o mundo das DNVBs e como essas marcas também estão entrando no mundo omnichannel do varejo.

Leia também: Estudo: 43% da receita global de consumo de eletrônicos partem do online.