Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, divulgada nesta quinta-feira (26), revela que na média a venda de computadores cresceu 27%, em 2021. 14 milhões de unidades vendidas em um ano. O Jornal Hoje mostrou o retrato da tecnologia no Brasil.

Com isso o país tem, hoje, 447 milhões de dispositivos digitais em uso. Média de dois por brasileiro. Os smartphones estão no topo da lista – são 242 milhões. O país tem 110 milhões de computadores portáteis ou tablets, e 95 milhões de computadores de mesa. Os brasileiros têm ainda 268 milhões televisores.

Para Fernando Meirelles, professor responsável pela pesquisa, o crescimento no número de computadores mostra que, por causa da pandemia, as empresas e as pessoas tiveram que antecipar a transformação digital dos negócios e de casa. Mas o smartphone é o dispositivo mais importante no país, até para as pessoas mais pobres.

“Sem o celular eles não conseguiam receber o dinheiro que tinha receber da Caixa, não conseguiam combinar trabalho. Não conseguiam que o filho estudasse e assim por diante. Quer a infraestrutura de tecnologia das empresas, quer o uso doméstica, nós estamos muito bem obrigado. Por outro lado, nós temos dois problemas, dá para crescer mais e não está bem distribuído ainda”, explica Meirelles.

A transformação digital do comércio, do trabalho e das relações pessoais demanda a criação e atualização de softwares.

Segundo a pesquisa da FGV, o gasto e investimento das médias e grandes empresas com tecnologia da informação deve chegar, em 2022, a 8,7% do faturamento líquido. O maior número do histórico. Em 1988, início da série histórica, esse número era 1,3%.

Assista a reportagem completa no vídeo acima.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.