1 de 1 Quando o celular se molha, não é o fim do mundo: há soluções — Foto: AP Photo/Wong Maye-E

Quando o celular se molha, não é o fim do mundo: há soluções — Foto: AP Photo/Wong Maye-E

Pode ter sido distração, descuido, desatenção ou qualquer outro motivo – você piscou e lá estava seu estimado celular, com todos os seus contatos, fotos, vídeos e conversas, dentro do vaso sanitário.

Sim, a visão é tão terrível que chega a doer. Você certamente vai se lembrar desse dia para sempre.

E não sem motivo: os manuais afirmam que o contato com a água oxida os componentes internos do telefone, o que pode representar a perda permanente – ou, na melhor das hipóteses – temporária de funcionalidades do aparelho.

Leia também:

Mas calma, a queda na água pode não ser uma sentença de morte para seu telefone. Acredite: há soluções.

Pensando nisso, o g1 recolheu a maior quantidade possível de informações sobre o que fazer nesse momento.

Antes, no entanto, é necessário saber o que NÃO FAZER. Vamos lá.

O que fazer:

Dica importante: algumas substâncias têm a capacidade de acelerar o processo de secagem – por isso, após secar o aparelho, é recomendável colocar o telefone em sílica gel ou arrozsim, arroz – por um dia inteiro.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.