1 de 1 Logo do Twitter e página de Elon Musk na rede social. — Foto: REUTERS/Dado Ruvic

Logo do Twitter e página de Elon Musk na rede social. — Foto: REUTERS/Dado Ruvic

O Twitter planeja realizar uma votação de acionistas até o início de agosto sobre a venda da empresa por US$ 44 bilhões para Elon Musk, enquanto continua trabalhando "construtivamente" para concluir o negócio com o bilionário, disseram os principais executivos da empresa de mídia social a funcionários nesta quarta-feira (8).

Os advogados de Musk alertaram a rede social na segunda-feira (6) que ele pode desistir da aquisição se a empresa não fornecer dados sobre spam e contas falsas.

O Twitter disse que continua compartilhando informações com Musk. Parte desses dados é o conjunto formado por todos os tuítes da plataforma analisados ​​por diferentes parâmetros, como dispositivos de usuários ou perfis de contas que publicam tuítes, segundo fontes com conhecimento sobre o assunto.

A empresa vende esses dados para empresas de monitoramento de mídia social como parte de seu negócio de licenciamento, mas planeja fornecê-los a Musk gratuitamente como parte da troca de informações, disseram as fontes.

O conjunto de dados não contém informações confidenciais, como detalhes pessoais de usuários da rede social que não são públicos ou com que frequência eles verificam suas contas, acrescentaram as fontes.

Leia também:

Não ficou claro quanta informação confidencial sobre sua base de usuários o Twitter compartilhará com Musk antes da conclusão do negócio.

Um porta-voz de Musk não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Elon Musk e o Twitter: Uma relação antiga e polêmica

Elon Musk e o Twitter: Uma relação antiga e polêmica

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.