1 de 1 Profissional de TI com visão de negócios tem diferencial no mercado — Foto: Sigmund/Unsplash

Profissional de TI com visão de negócios tem diferencial no mercado — Foto: Sigmund/Unsplash

Quem está procurando emprego pode optar por investir na carreira da tecnologia da informação, também chamada de TI. O setor foi impulsionado pela digitalização das empresas — que foi acelerada com a pandemia — e tem demanda alta e falta mão de obra.

Na hora de buscar a vaga, vale usar as redes sociais para conhecer novas empresas, procurar cargos em mais de um idioma e recorrer às empresas de recrutamento. Veja a seguir algumas dicas para se candidatar.

Siga empresas onde gostaria de trabalhar

Muitas companhias anunciam suas vagas por meio de redes sociais ou perfis em plataformas de recrutamento. Esteja de olho nas marcas que você admira.

Amplie o olhar

Não fique restrito a empresas de TI. Há alguns anos era óbvio que um desenvolvedor de software teria como principais alvos empresas como IBM, Google, TOTVS, Microsoft e outras marcas "tradicionais" de TI. Mas hoje esse mesmo profissional é buscado por empresas e startups de varejo (Magazine Luiza, Casas Bahia), saúde (Sami, Alice, Dasa), pagamentos (AME, Neon, PicPay), finanças (Itaú, Bradesco, Santander, Nubank, C6bank, Empiricus), fabricantes de alimentos e bebidas (Ambev), entre várias outras.

Leia também:

Consulte empresas de recrutamento

"A cada semana surgem mais organizações se oferecendo para formar novos profissionais, com remuneração ao longo do programa ou não", explica Denise Asnis, cofundadora da plataforma de seleção online Taqe.

Vale ficar de olho em serviços semelhantes, como Gupy e Connekt, todos gratuitos para os usuários.

Busque a vaga em português e inglês

Multinacionais podem anunciar vagas no Brasil usando nomes de cargos em inglês (ex: data analyst/analista de dados). Esteja atendo aos dois casos.

Faça cursos técnicos que oferecem emprego

Alguns cursos podem levar diretamente ao mercado de trabalho. Silas Medeiros, de 21 anos, tem a expectativa de conseguir um emprego na área de programação depois que finalizar o curso de desenvolvimento de software. Ele é aluno de um programa da escola Digital House, que tem patrocínio das empresas Mercado Livre e Globant.

"O curso foi desenvolvido para preparar futuros profissionais para o mercado de trabalho. Mas, com a demanda tão alta, já existem alguns colegas de sala que trabalham para o Mercado Livre e a Globant", conta Medeiros.

A Digital House não oferece mais bolsas para esse curso, mas é possível tirar a certificação com uma mensalidade de R$ 361. A duração da certificação é de 2 anos, com dedicação de, pelo menos, 25 horas por semana.

A Let's Code é outra escola de programação que oferece um formato semelhante. A edtech faz parcerias com grandes empresas (Santander, Magazine Luiza, iFood e outras) para recrutar e treinar futuros profissionais.

Os alunos selecionados passam por treinamentos que vão de quatro a doze meses e, dependendo da empresa parceira, têm a contratação garantida no fim desse período. Para encontrar oportunidades de bolsas e cursos na área, a dica de especialistas é ficar de olho nas redes sociais de empresas e escolas.

Saiba mais:

Participe de comunidades, grupos e fóruns

Além de cursos, profissionais de TI costumam frequentar espaços on-line para trocar conhecimento e ter uma rede de contatos.

Converse com pessoas dos cursos que frequentar para saber quais são as principais comunidades para a sua área. Pesquise pelo nome da área em plataformas como LinkedIn, Discord, Medium…

Isso amplia sua visão sobre as áreas e faz você ficar sabendo de oportunidades. Na hora de preencher vagas, muitas empresas levam o famoso "q.i." (de quem indica), ou seja, profissionais conhecidos dos próprios colaboradores — ainda que isso não seja uma regra, principalmente considerando a falta de mão de obra.

Cuide dos seus perfis

Muitas empresas também buscam os candidatos de forma proativa em redes sociais. Caprichar na foto e manter as informações atualizadas aumenta até 21 vezes a visualização dos perfis no LinkedIn, por exemplo.

5 dicas para começar na carreira de TI

5 dicas para começar na carreira de TI

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.