1 de 5 Gerenciar a memória do celular é fundamental para garantir o funcionamento do aparelho. — Foto: rawpixel.com/ Pexels

Gerenciar a memória do celular é fundamental para garantir o funcionamento do aparelho. — Foto: rawpixel.com/ Pexels

O bom funcionamento do seu celular depende do quanto de memória você mantém disponível no seu aparelho.

Para não passar nenhum sufoco na hora em que você mais precisar do seu telefone, há uma série de dicas a serem seguidas para garantir espaço de armazenamento.

A atenção constante à memória do celular vai te livrar da situação nada agradável de não poder usar seu aparelho para registrar os momentos mais importantes.

WhatsApp

2 de 5 Configure o WhatsApp para que o aplicativo não faça cópias automática de tudo que recebe. — Foto: Dado Ruvic/Reuters

Configure o WhatsApp para que o aplicativo não faça cópias automática de tudo que recebe. — Foto: Dado Ruvic/Reuters

O WhatsApp é um dos maiores inimigos da memória do celular. A troca diária de material pelo aplicativo faz com que muitos arquivos de mídia fiquem armazenados por muito tempo – tanto, que muitas vezes acabam esquecidos.

Leia também:

São fotos, vídeos, GIFs, documentos, arquivos de áudio e outros conteúdos que "roubam" o espaço de armazenamento de forma silenciosa, sem que o usuário perceba.

Por sorte, uma das medidas mais eficientes para evitar esse problema é bastante fácil e rápida.

"O usuário deve configurar o WhatsApp para impedir que o aplicativo faça uma cópia automática de tudo o que recebe. Dessa forma, a memória não fica sobrecarregada", explica o engenheiro e membro sênior do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos (IEEE), Guilherme Susteras.

Aparelhos Android

Nos aparelhos Android, o usuário deve ir até o menu "Configurações" e, em seguida, entrar em "Uso de dados". Logo depois, desabilitar a marcação "Download automático".

O sistema operacional permite que você possa escolher qual tipo de mídia não quer baixar de forma automática: fotos, áudios, vídeos e documentos.

Uma vez feito o procedimento, o usuário passará a ver uma imagem borrada no lugar do arquivo de mídia.

Aparelhos iOS

Nos aparelhos iOS, o usuário deve ir até o botão de "Configurações", no canto inferior direito do aplicativo, depois em "Armazenamento e dados".

Ali, poderá habilitar o download do tipo de mídia que considerar necessário: vídeos, documentos, áudio ou fotos. Em cada uma, é possível escolher se deseja baixar em "Wi-Fi", "Wi-Fi e dados celulares" ou "Nunca".

Os especialistas recomendam escolher "Nunca" para evitar problemas com falta de memória.

Aplicativos desnecessários

3 de 5 Sobre aplicativos, a situação é simples. Não usa? Apague. — Foto: Pixabay

Sobre aplicativos, a situação é simples. Não usa? Apague. — Foto: Pixabay

"Aplicativos que ocupam espaço e não são utilizados devem ser removidos. Os apps tomam um grande espaço da memória – logo, não é recomendável mantê-los caso não sejam usados com frequência", diz Susteras.

Tanto no Android quanto no iOS, os aplicativos podem ser removidos de forma direta, clicando e mantendo o toque sobre o ícone na tela.

Também é possível ir até a área de "Armazenamento" – ou "Ajustes" – do aparelho, ver quais apps ocupam mais espaço e quais são usados de forma regular. A partir daí, fica mais fácil excluir os aplicativos que não são utilizados.

Aplicativos "lite"

Uma forma de manter aplicativos no telefone é adquirir a versão "lite" – alternativas mais leves dos apps, que consomem menos espaço de memória.

Para encontrá-los, basta ir à loja de aplicativos do seu sistema operacional, digitar o nome do aplicativo que deseja e inserir ao lado a palavra "lite" ou "go".

Arquivos na nuvem

4 de 5 Enviar conteúdo para a nuvem é uma boa maneira de preservar a memória do seu celular. — Foto: Reprodução/EPTV

Enviar conteúdo para a nuvem é uma boa maneira de preservar a memória do seu celular. — Foto: Reprodução/EPTV

Fotos, vídeos, arquivos de áudio ou documentos também ocupam muito espaço na memória dos celulares. Para preservá-la, o especialista recomenda não mantê-los nos aparelhos.

"É melhor que sejam enviados para a nuvem. Isso diminui o espaço ocupado na memória", argumenta Susteras.

Ele também chama a atenção para o que chama de arquivos desnecessários.

"É comum pessoas guardarem imagens de capturas de tela ou fotos de recibos. Em boa parte das vezes, é conteúdo que pode ser apagado. Mas se quiser guardá-los mesmo, melhor mandá-los para a nuvem, também".

De olho no armazenamento

5 de 5 O usuário deve ficar atento ao "Armazenamento" – ou "Ajustes" – do celular. — Foto: Reprodução

O usuário deve ficar atento ao "Armazenamento" – ou "Ajustes" – do celular. — Foto: Reprodução

De maneira geral, para evitar problemas com a memória do aparelho, o usuário deve ficar atento à capacidade de armazenagem do celular. É ali o local onde ele pode saber a o quanto de espaço ele ainda dispõe.

Para verificar o armazenamento, é necessário ir até o menu de "Configurações" ou "Ajustes" do aparelho e verificar o quanto de memória já foi ocupado.

"O armazenamento merece a mesma atenção dada à bateria", compara Susteras.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.