A prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro causou um alvoroço em Brasília. O principal temor dos aliados do presidente Bolsonaro é de uma possível delação feita por ele e pelos demais pastores envolvidos no caso.

No Senado, a oposição já está perto de conseguir as 27 assinaturas necessárias para instaurar uma CPI que investigue os desvios no Ministério da Educação, o que amplifica os efeitos eleitorais do escândalo. Na Câmara, a liderança do PT apresentou uma notícia-crime contra Bolsonaro (PL) no Supremo Tribunal Federal.

A repórter Adriana Cimino está em frente à sede da Polícia Federal em São Paulo, onde o ex-ministro deve participar da audiência de custódia, e tem mais informações sobre os desdobramentos dessa prisão.

#JTCultura #JornalDaTarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.