1 de 2 Aplicativo Telegram — Foto: Carlos Henrique Dias/g1

Aplicativo Telegram — Foto: Carlos Henrique Dias/g1

O Telegram ganhou uma versão paga no último domingo (19) para oferecer recursos exclusivos aos usuários.

Após a assinatura de R$ 24,90, quem acessar a plataforma terá os limites dobrados, como a possibilidade de participar de até mil canais, além de poder enviar documentos de até 4 GB (na versão gratuita o limite é 2 GB), ter dowloads mais rápidos e conversão de voz para texto.

O plano Premium já havia sido anunciado pelo cofundador do aplicativo, Pavel Durov, no dia 10 de junho.

Em seu canal, ele afirmou que muitos usuários pediam para que Telegram ampliasse o limite de tamanho de arquivos enviados em conversas. Com isso, a equipe responsável pela plataforma buscou formas de oferecer essa melhoria.

"Depois de pensar um pouco, percebemos que a única maneira de permitir que nossos fãs mais exigentes obtenham mais, mantendo nossos recursos existentes gratuitos, é tornar esses limites aumentados uma opção paga", disse Durov.

Veja o que muda na versão paga:

2 de 2 Raio x do Telegram — Foto: Arte / g1

Raio x do Telegram — Foto: Arte / g1

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.