A Amazon propôs fazer concessões para encerrar duas investigações antitruste contra a gigante do comércio online na União Europeia (UE), em um novo sinal de que grandes empresas de tecnologia estão mudando de estratégia após o bloco aprovar uma rígida nova legislação de concorrência digital.

A empresa americana prometeu não mais utilizar dados não públicos sobre vendedores em seu marketplace, após a UE acusá-la de violar a lei de concorrência ao usar tais informações para competir contra os comerciantes. B

raço executivo e regulador de concorrência da UE, a Comissão Europeia disse na quinta-feira (14) que está buscando avaliações sobre os compromissos oferecidos pela Amazon para eventualmente encerrar os casos.

Leia também: Governo chinês pressiona e Alibaba corta mais de um terço da equipe de negócios

Fonte: Dow Jones Newswires, via Broadcast Estadão