1 de 1 INSS alerta que segurados têm sido vítimas de tentativas de golpe com a prova de vida como isca. — Foto: Reprodução TV Brasil

INSS alerta que segurados têm sido vítimas de tentativas de golpe com a prova de vida como isca. — Foto: Reprodução TV Brasil

Seja por e-mail, carta, mensagem de celular ou telefonema, é cada vez mais fácil observar a crescente de golpes eletrônicos no Brasil. Quem não caiu, conhece alguém que já se deu mal. O uso do nome do INSS nestes golpes vem sendo bastante aplicado, e o órgão sempre busca alertar a população.

Na mais recente investida identificada pelo INSS, os golpistas estão se passando por servidores para obter dados pessoais dos segurados, usando como a prova de vida como isca.

INSS: veja o tira-dúvidas sobre a prova de vida

O órgão afirma que, nos contatos, os golpistas solicitam dados pessoais e fotos de documentos para que não ocorra um suposto “bloqueio nos pagamentos”. Em alguns casos, chegam até mesmo a enviar links para que o segurado realize a biometria facial.

"A pessoa que fala é muito segura e pode até passar algum dado pessoal do segurado com a intenção de dissimular a farsa", informa o INSS, por meio de comunicado.

Com isso, o INSS alerta para que, caso recebam esse tipo de ligação, desliguem o telefone e não forneçam nenhuma informação. Se a abordagem for por mensagem de texto, bloqueie o número de telefone. O INSS não faz contato por telefone para procedimento de prova de vida nem manda links por mensagem para a realização de biometria facial.

Confira algumas dicas para evitar cair nesse tipo de golpe, segundo o INSS:

O que fazer em caso de tentativa de golpe

De acordo com o INSS, tentativas de golpes devem ser denunciadas à Ouvidoria pela internet ou pelo telefone 135.

Caso tenha sofrido um golpe, registre um Boletim de Ocorrência e comunique aos órgãos envolvidos (por exemplo, o próprio INSS e o banco em que recebe o benefício, se for o caso).

Prova de Vida

A obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até 31/12/2022 e, até lá, nenhum benefício será suspenso. O INSS está trabalhando na implementação dos sistemas que vão fazer o cruzamento de dados para que a prova de vida seja feita automaticamente.

O sistema usará a base de dados do TSE e de outros órgãos federais. Mesmo sem a obrigatoriedade, o segurado que quiser pode fazer sua prova de vida pelos canais tradicionais (banco ou pelo Meu INSS).

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.