1 de 1 Jarra de leite. Leite no copo. — Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Jarra de leite. Leite no copo. — Foto: Wenderson Araujo/Trilux

O preço do leite longa vida subiu 22,27% em julho, no período de coleta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) e foi a principal influência para a alta do indicador no mês, divulgou nesta terça-feira (26) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano, o produto registra variação positiva acumulada de 57,42%.

O item significou um impacto de 0,25 ponto percentual da alta de 0,13% do IPCA-15 do mês. O resultado do índice foi influenciado também pela deflação de preços em itens importantes do orçamento, como combustíveis (- 4,88%) e energia elétrica residencial (-4,61%).

Com a disparada do preço do leite, produtos derivados também registraram variações expressivas, como requeijão (4,74%), manteiga (4,25%) e queijo (3,22%). O movimento fez com a que a alta do preço de alimentação e bebidas acelerasse para 1,16% em julho, após aumento de 0,25% em junho.

Leia também

Dentro do grupo de alimentos, outros destaques de altas foram frutas (4,03%), que haviam tido queda em junho (-2,61%), feijão-carioca (4,25%) e pão francês (1,47%). Com isso, a alimentação no domicílio variou 1,12% em julho.

A alimentação fora do domicílio acelerou de 0,74% pelo IPCA-15 de junho para 1,27% em julho. Tanto o lanche (2,18%) quanto a refeição (0,92%) tiveram variações superiores às registradas em junho (de 1,10% e 0,70%, respectivamente).

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail. Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.