A polícia prendeu três homens e uma mulher que torturaram, mataram e colocaram fogo no corpo de um homem de 57 anos. Para solucionar o caso da morte do pedreiro Reginaldo Vieira Santos, investigadores contaram com imagens de câmeras de segurança que mostraram os bandidos transportando a vítima ainda com vida, em um carrinho de mão para o local, onde o assassinaram e atearam fogo no corpo. Os quatro presos confessaram que Reginaldo os convidou para morar com ele na chácara que alugava. A mulher, Alecsandra teria planejado se apossar do imóvel, para isso, simulou estar interessada em Reginaldo, o que causou ciúmes do marido, Kléber. Ele, com a ajuda dos dois outros amigos, matou Reginaldo e ateou fogo no corpo. O caso foi investigado pela polícia de São Roque, no interior de São Paulo.

Nosso Whatsapp: https://cidadealerta.r7.com/whatsapp
Inscreva-se no canal Cidade Alerta: http://r7.com/0Fhv
Assista às íntegras no PlayPlus: https://www.playplus.com
Facebook: https://www.facebook.com/CidadeAlertaRecord/
Instagram: https://www.instagram.com/cidadealerta/
Twitter: https://twitter.com/cidadealerta
Site oficial: https://recordtv.r7.com/cidade-alerta

#CidadeAlerta #LuizBacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.